NOTÍCIA VOLTAR

16 maio 2019

 A direção do sindicato aguarda um posicionamento da Energisa S/A e Energisa Tocantins, acerca da pauta de reivindicações para negociação do acordo coletivo de trabalho, cuja data base é 1º de maio.

O sindicato encaminhou as reivindicações dos trabalhadores para a direção da Energisa em 27/03, e desde então espera uma manifestação da empresa, o que ainda não ocorreu.

Conforme já amplamente divulgado, com as mudanças ocorridas na legislação trabalhista, há necessidade de se antecipar ao máximo o processo de negociação, evitando assim que os empregados tenham prejuízos. Assim que a pauta de reivindicações foi protocolada na empresa, foi solicitado à Energisa que apresentasse ao sindicato um compromisso de manutenção da data base para reduzir o risco de prejuízo aos empregados.

Como já havia acontecido no ano passado, a empresa não apresentou em tempo hábil esse documento, então o sindicato foi obrigado acionar a justiça do trabalho para obter a garantia da data base, e assim assegurar o direito dos empregados. Portanto, mais uma vez, foi na justiça do trabalho que o sindicato conseguiu a manutenção da data base, o que significa que o resultado da negociação deverá ser retroagido a 1º de maio.

É necessário lembrar que neste ano serão negociadas apenas as cláusulas econômicas do acordo coletivo, como: reajuste de salário, piso salarial, ticket alimentação, PLR, auxílio creche, auxílio filho excepcional, reembolso de medicamentos e gratificação de férias.

A direção do sindicato continua cobrando a empresa para o início da negociação e espera que em breve tenha novidades para apresentar aos trabalhadores.


DIGA NÃO À ESSA REFORMA DA PREVIDÊNCIA, UM ELETRICISTA NÃO CONSEGUE TRABALHAR ATÉ OS 65 ANOS!

 

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!