NOTÍCIA VOLTAR

13 julho 2017

 

Após três dias de intensa mobilização, os trabalhadores da Energisa Tocantins decidiram em assembleia realizada nesta quinta-feira, 13, pela aprovação da proposta apresentada, e pelo encerramento da paralisação deflagrada na segunda-feira, 10. A assembleia foi realizada simultaneamente nas maiores localidades do estado.

 

A proposta foi aceita por 93,95% dos trabalhadores e consiste em: um reajuste salarial de 4,3%, para as demais cláusulas econômicas reajuste de 3,99% (dupla função, auxílio medicamentos, auxílio creche, auxílio filho excepcional, gratificação de férias), e, 8% de aumento para o ticket alimentação. Embora a data base seja maio, os reajustes serão aplicados a partir do mês de julho. Além disso, a empresa concordou com o abono para os dias parados de todos os trabalhadores que participaram da paralisação.

 

Outra importante conquista alcançada com essa mobilização foi a decisão da empresa em recuar da sua proposta de implantação do Banco de Horas. No entendimento da direção do sindicato esse Banco de Horas iria prejudicar sobremaneira os trabalhadores, já que haveria possibilidade de realização de horas extras ainda com mais intensidade sem o devido pagamento e foi muito importante a luta de todos para influenciar a decisão da empresa de recuar.

 

Avanço

A direção do sindicato considera positivo o resultado alcançado, considerando que chegou ao final da negociação do Acordo Coletivo, com a tentativa de implantação do Banco de Horas, que era a maior preocupação, sendo excluída da proposta inicial. Além disso, conseguimos uma proposta melhor que a anterior que consistia em conceder além do reajuste de 3,99% em todas as cláusulas (salários e benefícios), um aumento acima da inflação apenas no ticket alimentação de R$ 2,00.

 

Mobilização

Durante a paralisação, que teve um total de 72 horas, foi realizado carreatas tanto em Palmas quanto em outras localidades do Estado, com o objetivo de sensibilizar a empresa quanto ao entendimento das reinvindicações dos trabalhadores, o que na avaliação da direção do Steet, foi fundamental para o resultado alcançado.

 

O desfecho dessa negociação, com certeza nos fortalece ainda mais para iniciar a negociação em relação ao acordo de Participação nos Lucros e Resultados do exercício 2017.

 

A diretoria do sindicato agradece o apoio e a participação de todos que estiveram envolvidos na discussão e na mobilização em busca do ACT. Sem a disposição dos trabalhadores, com certeza não teríamos alcançado este resultado, e seríamos obrigados a engolir a implantação de um banco de horas e um ganho real de apenas R$ 2,00 no ticket alimentação.

 

Essa conquista é resultado da mobilização de todos os companheiros (as)!

 

Confira resultado da votação na assembleia:

LOCAL DA ASSEMBLEIA

APROVAÇÃO

REJEIÇÃO

TOTAL

PALMAS

276

5

281

PARAISO DO TOCANTINS

21

2

23

PORTO NACIONAL

3

13

16

GUARAÍ

20

-

20

AUGUSTINÓPOLIS

2

8

10

ARAGUAINA

81

1

82

GURUPI

65

-

65

DIANÓPOLIS

13

2

15

TOTAL GERAL DE VOTOS

481

31

512

RESULTADO PERCENTUAL  

93,95

6,05

100,00

 

 

JUNTOS SOMOS UM SINDICATO MAIS FORTE!