NOTÍCIA VOLTAR

12 maio 2016

Resultado mostra queda de 0,9% na comparação com mesmo período do ano passado. Energia total comercializada chegou a 8.246 GWh. A Energisa terminou o primeiro trimestre de 2016 com receita operacional líquida de R$ 2,53 bilhões, recuando 0,9% na comparação com o mesmo período do ano passado. Em boletim divulgado ao mercado, a empresa divulgou que as vendas cativas de energia chegaram a 6.374,7 GWh, caindo 1,9% em relação ao primeiro trimestre do ano passado,. A classe residencial cresceu 2% e a industrial registrou baixa de 15,7%.

 

A energia total comercializada chegou a 8.246 GWh, com um crescimento registrado de 0,5%. De acordo com a empresa, esse desempenho ocorreu em função das vendas de energia no mercado livre e de suprimento a outras concessionárias. Por outro lado, as vendas de energia elétrica a consumidores finais localizados nas áreas de concessão do Grupo Energisa, somadas a energia associada aos consumidores livres reduziram 3,1% no período, ficando em 7.212,4 GWh.

 

Dentre as distribuidoras, a que registrou maiores receita líquida foi a Energisa Mato Grosso (MT), com R$ 624,7 milhões. A receita caiu 8%. As outras concessionárias que tiveram perda na receita foram a Vale Paranapanema (SP), com queda de 15,1%, a Caiuá (SP), com recuo de 8% e a Nacional (SP), que caiu 5,6% em relação ao período anterior. A distribuidora do grupo que registrou maior crescimento na receita foi a Energisa Tocantins, que teve um resultado 32,6% melhor que o do mesmo trimestre do ano passado, chegando a R$ 222,8 milhões.


Fonte: Agência Canal Energia