NOTÍCIA VOLTAR

25 julho 2012

Greve nas agências reguladoras continua sem prazo para terminar

A greve nas agências reguladoras não tem prazo para terminar, de acordo com o Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação. O Sinagências espera que o governo marque o mais rápido possível uma reunião com a categoria para discutir as reivindições. Uma reunião havia sido marcada no dia 19 de julho, mas foi cancelada. O Ministério do Planejamento informou que está tentando marcar a reunião, mas a agenda está complicada visto que várias entidades federais estão em greve.


Segundo o sindicato, entre 55% e 65% dos servidores das agências aderiram à manifestação em todo o território nacional e a expectativa é de que a partir desta semana o número de servidores em favor greve aumente. Na Agência Nacional de Energia Elétrica, mais de 40% dos servidores estão em greve. O sindicato informou ainda que durante essa semana serão realizadas manifestações em diversos estados do país. Nesta terça-feira, 24, as manifestações ocorrem em frente à Anatel (telecomunicações) e à Anac (aviação civil). Na quarta-feira, 25, será na Anvisa (vigilância sanitária) e também no Porto de Santos (SP). Na quinta-feira, 26, as manifestações deverão ocorrer em frente à Aneel (energia elétrica) e à Antaq (transporte aquaviário).


Entre as principais reivindicações da categoria estão a criação de uma carreira única para a Regulação Federal, subsídio como forma de remuneração, correção das tabelas remuneratórias em comparação com outras carreiras exclusivas de Estado e compensação da perda salarial decorrente da inflação. Os funcionários das agências estão em greve desde o último dia 16 de julho.


Fonte: Canal Energia